A geração de leads e a fidelização de consumidores ganham novas roupagens todos os dias a fim de se tornarem mais eficientes e pontuais. Uma das formas de fazer isso é por meio do storytelling, uma ferramenta poderosa de marketing digital da atualidade.

A infância de muitas pessoas é marcada por estórias, contos e fábulas. Com o tempo, as marcas entenderam que podiam contar com o ideal por trás dessas narrativas para atingir sua audiência de forma mais marcante e eficaz. Isso tem promovido excelentes efeitos e pode ajudar as mais diversas empresas a otimizarem os seus resultados.

Portanto, quer saber como fazer storytelling a favor de suas estratégias de marketing? Continue lendo este artigo!

O que é storytelling?

Em poucas palavras, storytelling é o ato de contar estórias a fim de encantar um determinado público-alvo de uma marca. Porém, para isso, não é suficiente apenas criar narrativas. Portanto é preciso fazê-lo da forma correta e buscar por resultados de maneira indireta — usando as emoções e sensações do consumidor para isso. Confira um passo a passo para o sucesso da aplicação dessa técnica!

Qual é o passo a passo de um bom storytelling?

O storytelling é usado comumente por escritores, roteiristas e jornalistas. Contudo, por meio do passo a passo a seguir, qualquer organização pode se tornar capaz de utilizar seus métodos e maximizar seus resultados. Ele será aplicado ao criar conteúdos para blog, e-mail marketing e redes sociais e apropria-se, por exemplo, do método da Pixar de contar histórias. Esse método é chamado de Jornada do Herói e inclui sete passos simples:

  1. a introdução, que traz o público para dentro do contexto da estória e apresenta a ele seus personagens;
  2. o conflito, que mostra, de forma objetiva, o problema pelo qual os personagens estão passando;
  3. a recusa do chamado, que dramatiza, de forma sutil, a estória ao apontar motivos pelos quais o personagem poderia desistir de encontrar uma solução para o seu problema;
  4. a ajuda necessária, que exibe a solução que a marca pode oferecer para o problema;
  5. a superação, que demonstra que o personagem aceitou a ajuda proposta, ganhando acesso a diversas formas de solucionar seus conflitos;
  6. a grande virada, momento em que a conexão emocional criada pela estória faz com que o espectador torça pelo sucesso do personagem — que se mostra muito próximo da solução;
  7. a conclusão da trama, em que o personagem, de fato, aplica as melhorias sugeridas e sai vitorioso da estória. Esse é o momento de mostrar quão melhor a vida de quem busca por soluções pode se tornar.

Sendo assim estes passos podem ser aplicados em qualquer narrativa que pretenda segurar a atenção do consumidor e levá-lo até o final da leitura sem que ele perca o interesse na solução proposta. Entenda, a seguir, o que esperar do futuro do storytelling e a importância de seguir a estrutura apresentada!

O que esperar do futuro do storytelling?

A técnica do storytelling tem crescido muito ao longo dos anos — e espera-se que ela se expanda ainda mais. Sendo assim sua perspectiva de crescimento tende a acompanhar a necessidade do consumidor de se sentir envolvido emocionalmente com as marcas, em vez de simplesmente comprar delas. É por isso que se mostra fundamental conhecer e aplicar seus ideais!

Portanto ao seguir a estrutura acima é possível criar narrativas coesas e chamativas, instigando o público a seguir o exemplo do personagem e solucionar quaisquer desafios por meio dos serviços oferecidos pela marca. Para isso, é preciso alinhar a narrativa com o plano de marketing da empresa. Use sentimentos e emoções nesse momento e estreite a relação entre você e seus consumidores.

Enfim, gostou de saber mais sobre como fazer storytelling? Essa importante técnica tem revolucionado a forma por meio da qual as marcas se comunicam com seu público. Sabendo disso, não deixe de repassar conhecimento e de compartilhar este conteúdo em suas redes sociais!

Imagens: caderno, escada.

Deixe uma resposta