Técnicas de Coaching para liderança

O Coaching utiliza ferramentas, metodologias e técnicas de várias áreas para construir seus resultados. Assim as possibilidades são imensas.

Coaching se utiliza de ferramentas, metodologias e técnicas de várias áreas para construir seus resultados. Assim as possibilidades de técnicas que o Coach pode utilizar são imensas. Neste post, vamos trabalhar com algumas mais conhecidas e de fácil compreensão que podem ser utilizadas pelas lideranças para desenvolvimento de suas equipes.

A escolha das técnicas a serem utilizadas está relacionada ao perfil que será trabalhado, muitas cada indivíduo tem suas características e particularidades então nem todas as técnicas se aplicam igualmente a todos. Além disso também dependem dos objetivos que desejam alcançar. Conheça as principais técnicas a seguir:

Coaching

1 – Feedback no processo de Coaching

A utilização do feedback já não é novidade. A importância desta ferramenta é conhecida, principalmente no meio corporativo, onde as lideranças utilizam a ferramenta com suas equipes.

Quando estamos nos referindo ao Coaching, o objetivo é extrair o melhor do processo, para os colaboradores interiorizem as informação recebidas e passem a realmente ter uma postura mais adequada as expectativas da organização.

Feedback Burger: Esse instrumento funciona como um roteiro para que o processo de feedback funcione como uma crítica construtiva. Para que o colaborador possa receber as informações de maneira assertiva.

Divide-se em três etapas:

  1. Elogio sincero: Antes do feedback é importante ressaltar algum aspecto do positivo do trabalho realizado pelo colaborador. Precisa ser sincero, isso fará com que ele fique mais receptivo ao que irá ouvir;
  2. Destaque dois pontos de melhoria: Não focar somente nos erros cometidos, mas principalmente em como ele pode melhorar para alcançar os resultados esperados;
  3. Termine olhando para o futuro: Demonstre ao profissional que os resultados serão excelentes caso ele realize o que lhe foi proposto.

2 – Ensaio Mental

Outrossim, o ensaio mental é uma técnica que auxilia na preparação do indivíduo para uma determinada situação. Consiste na criação de um cenário em que o mesmo possa ensaiar aprimorando sua performance e melhorando suas atitudes.

Pode ser utilizada por profissionais que tenham dificuldades de falar em público ou se comunicar abertamente com seus superiores por exemplo.

O processo consiste em 05 etapas:

  1. Visualização do quer precisa ser melhorado: Consiste na visualização da cena, analisando cada detalhe,. Pode ser necessário realizar anotações para descrever a cena.
  2. Identificação das melhorias necessárias: Aqui o roteiro anterior é revisado e são identificadas possíveis mudanças para melhorar a performance. Mudam-se frases, sentimentos, recriam-se os diálogos.
  3. Formate a cena criada com as suas mudanças: Agora o profissional retorna a cena inicial com as mudanças realizadas na segunda etapa.
  4. Se transforme no personagem do ensaio: Aqui a cena é revista é o profissional para de espectador a protagonista.
  5. Crie uma conexão com o futuro: Com o roteiro pronto o profissional deve imaginar o seu futuro, quando a cena realmente acontecerá. Essa conexão fará com que sinta-se preparado para o evento que deverá ocorrer realmente.

3 – Rapport no Coaching

Por sua vez, Rapport é uma palavra de origem francesa e não tem tradução para o português, para a PNL – Programação Neolinguística. É um ato de estabelecer confiança, cooperação e harmonia, para a Psicologia significa uma técnica usada para criar uma ligação de empatia e sintonia com outra pessoa.

Contudo, quando existe confiança a tensão interpessoal diminui e o profissional fica mais a vontade para revelar informações relevantes, e através da sintonia e empatia é possível direcionar mais claramente os propósitos para atingir um objetivo.

4 – Reforço Positivo

Quando reforçamos um determinado comportamento ele tende a se tomar mais frequentes, o processo pelo qual a frequência do comportamento é aumentada é chamado de reforçamento, que significa fortalecer o comportamento, aumentando a possibilidade desse mesmo comportamento ser repetido no futuro.

 “Os eventos que se verificam ser reforçadores são de dois tipos. Alguns reforços consistem na apresentação de estímulos, no acréscimo de alguma coisa… Esses são denominados reforços positivos. Outros consistem na remoção de alguma coisa… Esses denominam-se reforços negativos. Em ambos os casos, o efeito do reforço é o mesmo: a probabilidade da resposta será aumentada” (SKINNER, 2007, p.49)

Assim o Coaching utiliza a técnica do reforço positivo para comportamentos assertivos, e para comportamentos desejáveis para que o profissional repita o mesmo no futuro, também existe o reforço negativo que da mesma forma reforça comportamentos porém esses indesejáveis.

5 – Relaxamento

É vidente que para termos clareza dos nosso objetivos, é importante que estejamos relaxados, o Coaching utiliza técnicas de relaxamento para que o profissional possa se conectar com o momento presente em as angústias do cotidiano e assim focar verdadeiramente nos objetivos desejados.

Algumas técnicas utilizados no Coaching:

  • Contar de 60 a 0: Essa atividade aumenta a concentração em uma determinada tarefa e tira o foco de algum possível problema que está trazendo ansiedade.
  • Anotar as preocupações: Além de melhorar a concentração é um hábito que inibe distrações e auxiliar a desacelerar, isso porque ao anotar as preocupações percebe-se que essas podem ser guardadas e resolvidas em outro momento.
  • Controlar a respiração por um minuto: Basta inspirar profundamente e segurar o ar por alguns segundos, repetindo esse processo algumas vezes os batimentos cardíacos se estabilizam e a ansiedade diminui.

6 – Âncoras

As âncoras são estímulos externos, símbolos, imagens uma música ou som capaz de despertar uma determinada sensação ou sentimento, as âncoras podem ser utilizadas para que deixa o indivíduo mais seguro, por exemplo.

Assim, no processo do coaching as âncoras podem ser utilizadas para auxiliar a pessoa a manter a atenção dentro de suas expectativas.

Segundo o IBC –  Instituto Brasileiro de Coaching (2018):

A âncora de um navio ou de um barco está anexada em algum local estável com o intuito de evitar que eles saiam correndo sozinhos. Para dar mais sentido ainda a essa comparação, o navio pode ser considerado o ponto da nossa consciência no oceano das nossas experiências.”

Além disso, as técnicas o Coaching também se utiliza de ferramentas para desenvolver sua metodologia, algumas delas que podemos citar:

  • Perfil Comportamental;
  • Roda da vida emocional;
  • Dilema de perdas e ganhos;
  • Matriz SWOT e SMART pessoal;
  • Roda da realização
  • Tríade do Tempo;

Além disso através das técnicas de Coaching é possível trabalhar para buscar a alta performance das equipes como veremos mais adiante em outra unidade de ensino, assim o Coaching se torna um suporte para o líder para que ele possa desenvolver seus colaboradores a oferecerem seu melhor desempenho, e atingir as metas e objetivos propostos.

Gostou deste conteúdo? Aproveita para conferir também: Conheça 5 aplicativos digitais para agilizar seus processos.

Sandro Herek

  • Executivo e Empreendedor com quase 30 anos de experiencia em Soluções para Internet, Marketing Online e Offline.
  • Fundador da LinkWell em 1992
  • Fundador do primeiro guia de Buscas do Brasil – GuiaWEB em 1995
  • Fundador da Media Virtual, empresa dedicada a comercializar anuncios na internet em 1997
  • Fundador da primeira Franquia de Soluções para Internet em 2006.
  • Fundador da Virtualnet, empresa americana especializada em marketing em 2015
  • Co-Fundador da Doctorscopic, empresa americana especializada na indústria médica em 2016
  • Fundador da BPO LIST, empresa de gestão de Business Process Outsourcing em 2017